CHTV recebe 900 mil euros para digitalizar serviços

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) recebeu a aprovação de uma candidatura para modernizar e digitalizar os seus serviços, no valor de mais de 900 mil euros.

De acordo com o CHTV, a aprovação da nova candidatura do Sistema de Apoio à Modernização Administrativa (SAMA) – o projeto [email protected] Desmaterializar, Integrar e Robotizar – é determinante para o seu esforço de modernização do atendimento e transformação digital.
 
Segundo o documento, “trata-se de um financiamento, através de fundos comunitários, que comparticipa um investimento elegível de 993.134,14 euros”, sendo este “o quarto projeto do SAMA aprovado, desde 2018, perfazendo, assim, um total de três milhões de euros de investimento cofinanciado até ao final de 2022”.
 
O presidente do Conselho de Administração do CHTV, Nuno Duarte, afirmou que “os quatro projetos têm em comum medidas de simplificação e de desmaterialização e viabilizam a eliminação do papel em diversos circuitos administrativos e clínicos”.
 
“São expectáveis múltiplos ganhos de eficiência e a nível da comunicação, por exemplo, com a reorganização do agendamento de consultas e de Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT) e do atendimento nesses serviços de ambulatório”, referiu o responsável.
 
“Poderemos minimizar as deslocações dos utentes e acompanhantes no hospital e o seu tempo de permanência nas nossas instalações, em consequência, entre outros fatores, da criação de um Balcão Único de Atendimento, bem como da disponibilização de quiosques eletrónicos e de sistemas eletrónicos de chamada”, exemplificou.
 
Um dos projetos em fase de execução, ‘Utente 4.0- Transformação Digital dos processos de interação com o Utente’, “integra investimentos associados à comunicação dos profissionais com os utentes/doentes que se tornaram imperativos no contexto epidemiológico atual”, destacou Nuno Duarte.

Recommended Posts